Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

 
Brasileiro tem de despertar para risco de privatização

Especialistas destacam que os brasileiros precisam abrir os olhos, pois ainda não se deram conta da importância que os bancos públicos têm para a vida das pessoas. As instituições públicas estão nas obras de saneamento básico que levam rede de esgoto e água tratada para milhões de brasileiros. Na realização do sonho da casa própria, no investimento rural, sobretudo à agricultura familiar, nas obras de mobilidade, nos programas de inclusão social, responsáveis por levar comida à milhões de pessoas. Não é só isso. Ajudam a controlar os juros cobrados pelo setor. Os bancos privados têm grande responsabilidade pelo endividamento dos consumidores. As taxas cobradas são altíssimas e muitas vezes enrolam ainda mais o cidadão. Mas, graças aos públicos, podem renegociar as dívidas com juros mais baixos. A economista Esther Dweck, ex-secretária de Orçamento Federal e professora da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), destaca que "as empresas também perdem, porque estão pegando dinheiro lá fora, criando dívida em dólar". Nesse caso, lembra ela, acabam reféns da política americana e das influências do mercado cambial especulativo. Esther Dweck ressalta os prejuízos causados pela política de austeridade do governo Temer, que mudou a forma de gestão dos bancos públicos e reduziu consideravelmente os investimentos públicos. Mesma opinião tem o sociólogo Emir Sader. Ele alerta a intensificação da campanha para privatização. Por isso, nos últimos dois anos, os bancos públicos cortaram crédito, fecharam agências, extinguiram setores estratégicos e elevaram tarifas, abandonando a concorrência.


OUTUBRO ROSA - 10 anos de conscientização

Outubro é o mês de incentivo e promoção à Saúde da Mulher, com foco na prevenção e do diagnóstico do câncer de mama e, mais recentemente também, o câncer de colo de útero. De acordo com o Inca, até o final de 2018, estima-se que cerca de 600 mil novos casos de câncer serão diagnosticados, desses, 59.700 casos de câncer de mama e 68.220 casos de câncer de próstata. O autoexame é muito importante, porém, ele não substitui exames como mamografia, ultrassom, ressonância magnética e biópsia, os quais podem definir o tipo de câncer e a sua localização, aumentando assim as chances de tratamento e cura. Para marcar a importância da prevenção do câncer, em Petrópolis, a Associação Petropolitana de Pacientes Oncológicos (APPO) - Instituição sem fins lucrativos, de assistência social, cooperação e assistência aos pacientes portadores de câncer, durante todo o mês, faz um trabalho intensivo de conscientização às pacientes, às famílias e à comunidade, com informações precisas sobre o câncer e a importância da detecção precoce desta doença. A APPO foi fundada em 1992 e este ano comemora 26 anos de história, atendendo pessoas necessitadas por meio da doação de alimentos, vestuário, medicação de suporte, bolsa de higiene e limpeza, empréstimos de perucas, cadeiras de rodas, colchões de água, próteses, além de atendimento com assistentes sociais, psicóloga, nutricionista e fonoaudióloga. A Instituição também produziu um Calendário para 2019, que traz o tema: “Viva cada Momento” e este serve para mostrar exemplos de vida e como ela é feita de momentos, cada modelo representa um mês. Ao todo são 11 mulheres e um homem, que irá representar o mês de Novembro que é dedicado à luta contra o câncer de próstata. Mais informações sobre a Associação Petropolitana dos Pacientes Oncológicos e a programação do Outubro Rosa podem ser obtidas através do telefone (24) 2242-0956, no sitiohttp://www.appo.org.br, e-mail appo@appo.org.br ou pessoalmente na sede da APPO, localizada nas dependências da Casa de Apoio na Rua Visconde da Penha, nº 72 – Centro. Como realizado em todos os anos, o movimento do Outubro Rosa, que este ano comemora dez anos em Petrópolis, encerra a sua programação com a já tradicional CAMINHADA ROSA pelas principais vias do centro da cidade no dia 27/10. A concentração terá início às 14h na Catedral São Pedro de Alcântara e vai contar com centenas de vitoriosas e petropolitanos(as), tomando as ruas da cidade em prol da conscientização da doença. Confira a programação do Outubro Rosa APPO: *18/10 às 19h30 min – Peça Teatral “Verdade Nua e Crua” Local: Theatro Dom Pedro Ingressos à venda na bilheteria do Teatro - R$ 30,00 (inteira) / R$ 15,00 (meia-entrada) *21/10 às 07h30min – Corrida Master Petrópolis – com arrecadação de alimentos não perecíveis que serão doados à APPO Local: Largada na Universidade Estácio de Sá – Campus Bingen *27/10 às 15horas – Caminhada do Outubro Rosa APPO – 10 anos Local: Concentração na Catedral São Pedro de Alcântara e Ruas do Centro Histórico O SindBancários Petrópolis também se solidariza e participa da Campanha, OUTUBRO ROSA junto a APPO. Hoje, dia 18/10, toda a diretoria se veste de ROSA em homenagem as Vitoriosas. Com a ação de conscientização, os dirigentes percorrerão os bancos públicos e privados de nossa base e no dia 27/10, participarão da Caminhada Rosa. No mês de outubro, o mundo inteiro se veste de rosa. O Outubro Rosa é um chamamento para que todas as mulheres nesse mês em especial lembrem-se de si e da sua saúde. O maior símbolo desse movimento é o laço rosa, um ícone tão marcante que ultrapassou a barreira da linguagem e virou universal. Mostrando que, assim como a cor verde, o rosa também pode significar esperança.


Fenae lança campanha contra privatização da Caixa

O governo tenta incessantemente privatizar a Caixa Econômica Federal. Isso significa reduzir e enfraquecer o banco público e o desenvolvimento socioeconômico do Brasil.  Para a Federação Nacional das Associações do Pessoal da Caixa Econômica Federal (Fenae) a privatização, “Não Tem Sentido”. É com base nessa afirmação e com esse mote, que a entidade lançou a campanha para defender a Caixa 100% Pública. O endereço eletrônico do movimento recebe e publica depoimentos de toda a população sobre a importância da Caixa para o desenvolvimento do país.  “Não tem sentido a sociedade brasileira abrir mão de uma empresa tão importante como a Caixa. Por isso, nós, todos os trabalhadores da Caixa e trabalhadores brasileiros, queremos que a Caixa continue firme e forte como ela está: uma empresa dedicada que tem um papel importantíssimo na sociedade brasileira”, afirmou Jair Ferreira, presidente da Fenae, em um dos depoimentos publicados no sítio da campanha. Com 157 anos de história, a Caixa exerce um papel fundamental no desenvolvimento do país com a realização de financiamentos habitacional, de saneamento e de obras públicas, além de oferecer programas sociais inovadores e eficientes, como: o Programa de Integração Social (PIS), Seguro-Desemprego, Bolsa Família, FIES e o Minha Casa Minha Vida.  O banco também é responsável pelo Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). A representante dos empregados no Conselho de Administração da Caixa, Rita Serrano, afirma que é preciso combater a privatização, que só visa beneficiar os empresários. “Não tem sentido manter a Caixa pública, que é uma conquista dos trabalhadores, e ao mesmo tempo ter uma iniciativa da direção do governo de privatizar a gestão da Caixa. Isso desvaloriza a carreira, os empregados e coloca a direção da empresa sob os interesses privados. É uma outra modalidade de privatização que precisamos combater juntos”, enfatizou. Para participar da campanha, é preciso acessar, www.naotemsentido.com.br e enviar um vídeo de até 15 segundos com uma mensagem dizendo por qual motivo a Caixa não pode ser privatizada. Compartilhe o seu recado com o Brasil e ajude a defender a Caixa.


28/06/2018 - TRABALHADOR EM FOCO - TEMA: Fim da ultratividade 
 
TRABALHADOR EM FOCO - 04/05/2017 - Tema: Reflexos da Greve Geral 
 
TRABALHADOR EM FOCO - 27/04/2017 - Greve Geral 28/04/2017.